Noticias

Oeste terá maior Parque Termal da América Latina

Idealizado para tornar o município de Itaipulândia em um polo turístico e autossuficiente economicamente, o Parque Aquático Termal Lago de Itaipu começou a ser construído no ano de 2003. Iniciado pela administração municipal e repassado para a iniciativa privada, o espaço é um grande atrativo que se soma às praias artificiais do lago da Usina Hidrelétrica de Itaipu. “Chegamos há dois anos e meio em Itaipulândia com o objetivo de terminarmos as obras do parque que haviam sido iniciadas em 2003, mas que ficou quase oito anos abandonadas. Nós fomos os vencedores da licitação com a obrigação de terminarmos o parque e construirmos um hotel com no mínimo 200 leitos”, comenta o diretor-geral do Parque Aquático Termal Lago de Itaipu, Júlio Gaspar, em entrevista ao jornal A Voz do Paraná. Em outubro de 2014, o Parque Aquático abriu suas portas, com uma infraestrutura ampliada e já atrai centenas de pessoas todos os finais de semana. As piscinas, naturalmente aquecidas, garantem diversão e conforto a toda a família. “Estamos com a parte termal praticamente completa, mas ainda vamos ampliá-la. Temos a piscina termal coberta e o Spa que já nos possibilita abrirmos no inverno, o que indica que poderemos atender os nossos clientes o ano inteiro. A partir de julho, com a hotelaria em funcionamento, a procura pelo nosso espaço irá aumentar significativamente”, enfatiza Júlio Gaspar. Segundo o diretor-geral do Parque Termal, para 2015 uma novidade será apresentada aos visitantes. “Nós temos hoje várias atrações, como: piscina com onda, o rio lento, toboágua, kamikase, rio selvagem, entre outras. O novo investimento que será inaugurado nos próximos meses se chama buba surf. É um brinquedo que irá surpreender toda a região”, salienta Júlio Gaspar. O PARQUE TERMAL O Parque Aquático Termal Lago de Itaipu é um excelente lugar para descanso, lazer e conforto. De localização privilegiada, o Parque Termal é considerado um dos maiores do Estado do Paraná e, em breve, se tornará o maior da América Latina. Com amplo espaço, o local proporciona maior comodidade aos seus clientes, que podem viver momentos únicos e inesquecíveis. No Parque Aquático, os visitantes encontram boas opções de alimentação com bares temáticos, restaurantes e lanchonetes. Com total segurança e infraestrutura, o local conta com médicos, ambulância e salva-vidas. O Parque Aquático possui restaurante climatizado com vista panorâmica, área infantil, piscina externa com dois bares molhados, duas piscinas com ondas, tobogã com oito pistas de descida e corredeiras de rio lentas e rápidas, em área total de 260 mil m². Aberto aos sábados e domingos, o Parque Aquático Termal Lago de Itaipu está preparado para garantir o ano inteiro à diversão de toda a família. Há 70 quilômetros da cidade de Foz do Iguaçu, localizado em um município jovem, promissor, destaque em qualidade de vida e no turismo da região Oeste, o Parque Aquático Lago de Itaipu é bem distribuído e com opções de lazer para todas as idades. Piscinas termais convidativas com temperatura agradável e prazerosa. SOBRE AS ÁGUAS TERMAIS O aquífero do Parque Aquático Lago de Itaipu tem uma vazão de 100.000 litros/hora, com água termal a 42ºC, com excelentes qualidades minerais extremamente benéficas a saúde. As águas, tem propriedades para fins terapêuticos e medicinais, com pH alcalino e riquíssima em sais minerais. Estudos científicos recentes comprovam os poderes das águas termais no alívio de uma série de doenças, entre elas, sinusite e reumáticas, passando ainda pelos problemas respiratórios em geral. Os clientes podem desfrutar de todos esses benefícios orientados por profissionais de diversas áreas, como: fisioterapeutas, profissionais em Educação física, reumatologistas e geriatras supervisionando todas as atividades hidroterápicas e desportivas. Leia, a seguir, a íntegra da entrevista: Jornal A Voz do Paraná - Muitos investimentos estão sendo feitos no Parque Termal. Qual é a sua expectativa e o que espera oferecer para a região e para o Brasil? Júlio Gaspar - Chegamos à Itaipulândia há dois anos e meio com o objetivo de terminarmos o Parque Termal que teve suas obras iniciadas ainda no ano de 2003. O local ficou quase oito anos abandonado e nós fomos os vencedores da licitação para dar continuidade ao desenvolvimento e o crescimento desse grande empreendimento. Assumimos o compromisso de construir um hotel com no mínimo 200 leitos. Estamos com o projeto original do parque totalmente concluído e pretendemos ampliar, dobrar o tamanho do espaço. Queremos que esse parque seja um dos maiores parques da América Latina. Para alcançarmos nosso objetivo, temos nos empenhado. Com relação à hotelaria, nosso compromisso com o poder público é de apresentar ao público um hotel de no mínimo 200 leitos. O hotel já está em fase de construção e no mês de junho ou julho, ainda de 2015, vamos entregar a obra pronta. Tínhamos o prazo de quatro anos para concluir o parque e o hotel, mas estamos concluindo as obras em dois anos e meio. Quando viemos para Itaipulândia começamos a pesquisar e tivemos o cuidado de percorrer todo o Oeste do Paraná, o Paraguai e a Argentina, com o intuito de conhecer realmente toda a região, porque Itaipulândia é um munícipio de 9 mil habitantes, que está há 70 quilômetros de Foz do Iguaçu, portanto, observamos muito a questão geográfica. E o que também nos encantou foi à água termal, que vai possibilitar que o hotel tenha um atrativo que é a água termal, uma vez que iremos atender os visitantes o ano todo, não só no verão como acontece com o nosso empreendimento no Rio de Janeiro, que é o Parque Aquático Rio Water Planet, que está há 16 anos em funcionamento na Terra do Cristo Redentor. Hoje somos o maior parque aquático da América Latina no Rio de Janeiro. E vislumbramos essa região com um parque que nos possibilita abrir o ano todo. O fato de Itaipulândia estar próxima a Foz do Iguaçu, que é o destino turístico do mundo, com as belas Cataratas do Iguaçu, que foi eleita uma das “Sete Maravilhas Naturais do Mundo”, também poderá trazer o crescimento do turismo para à região. Pensando na expansão dos nossos negócios, em uma região que tem o lago de Itaipu como uma das principais fontes do turismo, por meio dos balneários, resolvemos investir no Paraná. Jornal A Voz do Paraná – Nessa temporada vocês já verificaram 172 endereços/municípios que visitaram o parque termal. Os números apontam o sucesso do Parque Termal em Itaipulândia? Júlio – Os números nos surpreenderam. Apenas nessa temporada é que estamos em funcionamento a todo vapor, pois na temporada anterior abrimos parcialmente, sem nenhuma divulgação, apenas para os sócios, até para treinarmos a nossa equipe de trabalho. Nesse verão é que abrimos ao público em geral e tivemos a grata surpresa de que quem visitou o parque divulgou para seus colegas, amigos, parentes. Entre janeiro e fevereiro deste ano, recebemos visitantes de 170 municípios da região, incluindo oito estados diferentes. Esse resultado nos dá uma sinalização de que realmente acertamos. Já acreditávamos nisso e nessa temporada veio à confirmação daquilo que havíamos esperado, que era a consolidação do público regional. Dou como exemplo Cascavel, que está 115 quilômetros de Itaipulândia, que hoje para nossa grata surpresa, sem nenhuma ação de venda e publicidade naquela região, é a campeã de público em nosso parque. Jornal A Voz do Paraná - A partir de quando pretendem oferecer o ano inteiro de diversão e lazer para quem pretende vir passar bons momentos no parque? Júlio - Estamos com a nossa parte termal praticamente completa, vamos ampliá-la ainda, mas a piscina termal coberta e o Spa termal já nos possibilita abrirmos no inverno. Temos a plena certeza que nesse inverno, teremos a condição de continuar recebendo o mesmo público que tivemos no verão. A partir de julho, já com parte da nossa hotelaria em funcionamento, a procura irá crescer. Vale ressaltar que a cada 100 ligações que recebemos, 95 perguntam se temos hospedagem. Estamos ampliando nossa parte hoteleira e lançando mais 628 apartamentos. Estaremos lançando nos meses vindouros para que as pessoas possam adquirir cotas imobiliárias desse empreendimento. O parque não contribuirá apenas para o lazer das famílias, mas será também uma forma de investimento. Jornal A Voz do Paraná - Para àquelas famílias que estão indecisas, querendo escolher um local para passarem bons momentos, o que você diria a elas? Júlio - Que podem vir até o nosso parque, que eles terão sim momentos de lazer com a sua família. Nós já temos testemunha disso, fizemos uma pesquisa nas últimas quatro semanas, o nível de satisfação foi bem acima daquilo que esperávamos, mesmo começando agora, com as dificuldades das montagens de equipe e alimentação. Temos capacidade para receber cinco mil pessoas por dia e, para tal, temos que ter uma estrutura que atenda em todos os sentidos, desde banheiros, atrativos do parque, alimentação, segurança, conforto. As pesquisas apontam que 100% dos visitantes indicariam o parque. E quando perguntamos se pretendem voltar outras vezes, 100% responderam que sim.