Noticias

Santa Terezinha lança Feira Popular que se torna vitrine de bons negócios

O Centro Integrado de Apoio a Melhor Idade (Ciami), foi palco na segunda-feira (23), do lançamento da Fespop de Santa Terezinha de Itaipu. “A Fespop já está consolidada no cenário regional e tem grandes parceiros que acreditam no potencial do evento. Diante disso, apostamos que esta edição será um sucesso ainda maior”, enfatizou o prefeito Cláudio Eberhard, no ato do lançamento da Feira Popular. Realizada no Parque de Exposições e Eventos, a Fespop 2015 acontece de 7 a 10 de maio. A festa consagrada como uma das principais da região promete muitas novidades em sua estrutura. Para garantir melhor acesso do público aos estandes, a feira receberá uma nova dinâmica na distribuição dos espaços. O parque de diversões também será ampliado para proporcionar ainda mais diversão às famílias. GRANDES SHOWS A grande expectativa era o anúncio dos shows que ocorrerão na sétima edição da Fespop. Na quinta-feira (7), abertura do evento, será o dia da banda Jota Quest. Sexta-feira (8), sobe ao palco Munhoz e Mariano. Sábado (9), a Fespop apresenta o ícone da música sertaneja, Sérgio Reis. Também será atração na terceira noite do evento a dupla Léo e Raphael. Domingo (10), à tarde o grupo Os Peraltas fará a alegria das crianças. A noite será marcada por duas atrações: Loubet e a dupla sertaneja Conrado e Aleksandro. VITRINE Durante os quatro dias de evento mais de cem mil pessoas devem circular pelo Parque de Exposições. Isso torna a Fespop uma vitrine para lançar e divulgar produtos. De olho nisso, muitos empresários aproveitaram a festa de lançamento para garantir o seu espaço na feira. De acordo com a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, cerca de 50% dos estandes já foram comercializados. Giovani Variza, que comercializa móveis modulados em Foz do Iguaçu e Medianeira, foi um dos empresários que garantiram espaço na festa popular de Santa Terezinha. “Ficamos muito impressionados com a dimensão do evento no ano passado, isso nos motivou a ser parceiro neste ano, por isso já reservamos o nosso estande”, disse o empresário. Clóvis Matozinho, gerente geral da Auto Oeste Ford, também confirmou a presença da concessionária. “A cada edição essa festa nos surpreende. É um grande evento e que com certeza estaremos presentes”, garantiu. O jornal A Voz do Paraná esteve no evento de lançamento, conversou com o prefeito e traz a íntegra da entrevista, à seguir: Jornal A Voz do Paraná - Pela receptividade do público presente no lançamento, a feira promete ser mais um sucesso em Santa Terezinha. É um evento que consolida o município? Cláudio - Nós estamos muito felizes, todas as expectativas foram atendidas. A receptividade do público para a estrutura oferecida e os shows atendeu a todos os gostos. Quando você, através de um evento, consegue fazer com que cada cidadão possa escolher a sua opção, a sua maneira de se divertir, o resultado tende a ser o melhor possível. Por outro lado, o empresário vê o crescimento do evento e tem a possibilidade de cada vez mais investir na Fespop. Uma coisa puxa a outra, todos querem estar nos bons eventos: a empresa, o público e o patrocinador. Jornal A Voz do Paraná - Enquanto outros municípios param de realizar eventos desse porte, você dá visibilidade, uma vez que a Fespop ultrapassou os limites de Santa Terezinha. O que representa para o município se tornar um centro de bons negócios e produtos? Cláudio – É muito gratificante vermos esse reconhecimento, mas, principalmente, dá um direcionamento para a política que implantamos. O Centro de Eventos ainda não tem sua infraestrutura concluída, mas no ano passado foi palco de dois eventos, deixamos de realizar alguns eventos em função de ter chovido, praticamente, todo o período daquela semana. Isso demonstra que precisamos nos municípios trazer alternativas que façam com que a economia gire para que o astral da cidade seja um astral bom. Esse é o objetivo da Fespop e dos outros eventos que o Parque de Exposições já abrigou e poderá abrigar ainda ao longo da sua existência, a partir de agora. Jornal A Voz do Paraná - A Fespop pretende enfrentar a crise? Cláudio - É evidente, se em um momento de crise todo mundo se esconder, acabamos todos ficando em casa. Penso que não é por aí. A região tem potencial, que de alguma forma está adormecido e nós temos que fazer com que ele desperte, temos que ser otimistas. Não podemos parar ou nos esconder, temos que fazer aparecer a nossa economia, que é pujante, ela vai reagir com certeza. Os eventos dessa natureza fazem com que as pessoas criem um clima otimista em relação ao momento, do patrocinador e da empresa aparecer e mostrar ‘estamos vivos’. Jornal A Voz do Paraná - Qual é o diferencial do evento deste ano? Qual é a expectativa sua e do município com a Fespop 2015? Cláudio - É a mais positiva possível, nós podemos observar isso através da confirmação dos patrocínios, das empresas buscando espaços, do público mesmo durante essa semana, sem saber dos shows, buscarem a reserva do camarote. Esse panorama demonstra que existe uma dinâmica que é possível realizar eventos eventos, indicando que estamos no caminho certo. Jornal A Voz do Paraná - Sobre as manifestações que ocorreram há poucos dias, que recado, em sua opinião, a população passou para as autoridades brasileiras? Cláudio - Há um estremecimento em relação à população com o poder público de uma maneira geral, mas o que nós temos que mostrar na classe política, é que existe bons governos em nível de município, que existem possibilidades, e que de alguma maneira podemos nos unirmos para fazermos coisas boas.