Noticias

Programa do Governo Federal garante profissionais para Foz

Desde que aderiu ao “Programa Saúde na Escola - PSE” do Governo Federal em 2013, o Governo do município de Foz do Iguaçu vem recebendo profissionais que atuam no trabalho de atenção básica nos bairros da cidade. Neste ano de 2014, três novos enfermeiros foram enviados pelo Programa de Valorização dos Profissionais da Atenção Básica (PROVAB) para atuarem nas unidades de saúde da família fortalecendo o trabalho de prevenção e promovendo a saúde e educação integral à sociedade. O PSE é uma estratégia de integração da saúde e da educação para o desenvolvimento da cidadania. O programa oferta serviços educacionais e preventivos, que contribuem na redução da fila de atendimento médico. Desde que foi implantado na cidade, o Saúde na Escola vem registrando resultados surpreendentes porque junta teoria e prática. Neste ano sete novas unidades educacionais foram aceitas no sistema do Ministério da Saúde, o que vem resultando numa ação conjunta nas escolas e CMEI’s de Foz do Iguaçu. Somando as seis unidades educacionais já cadastradas no PROVAB, Foz hoje tem inserida nas ações de prevenção e educação do Governo Federal, 13 estabelecimentos, sendo oito escolas municipais e cinco centros municipais de educação infantil. “Essas equipes estão indo as escolas e CMEI’s de nossa cidade e realizando um trabalho importantíssimo de conscientização de uso do sistema de saúde. Lá, eles trabalham ações que vão desde a avaliação nutricional e a alimentação saudável do aluno, passando pela verificação da situação vacinal e finalizando com o trabalho de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis”, disse a diretora de atenção básica da secretaria municipal da Saúde, Thayz Abrahão. “O trabalho se dá com a construção de projetos entre equipes de saúde, a escola e conta com o apoio das faculdades, que participam do projeto e contribuem para o desenvolvimento de ações”, finalizou. Todas as ações são desencadeadas no decorrer do ano letivo. A Unioeste, o Anglo Americano e a Uniamérica são parceiras no programa que atuando em conjunto, conseguem atender mais de 4.500 alunos, num total de 13 instituições de ensino municipal. “Desde que o programa foi implantado, o profissional da saúde tem proporcionado ações pedagógicas preventivas. Isso tudo vem respaldando o trabalho intersetorial com as escolas e surtindo um efeito significativo nas unidades de saúde, que vem registrando um número considerável de atendimentos”, destacou a coordenadora municipal do PSE, Lucia Noemi Weiss. “Estas ações do PSE só vem a fortalecer as políticas públicas de qualidade, resultando na diminuição da fila de atendimento e por consequência na diminuição de consultas. Assim, os profissionais da saúde saem do seu ambiente rotineiro de trabalho e aproximam-se mais da comunidade, sensibilizando e fortalecendo os alunos para a promoção da sua saúde”, disse o secretário municipal de Saúde, Charlles Bortolo.