Noticias

Programa “De volta para Casa” estará em mais estados

Os estados de Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais e São Paulo, Bahia, tiveram municipios escolhidos para fazer parte do programa “De Volta Pra Casa”, qual tem a função de colaborar na reabilitação psicossocial de pessoas com transtornos mentais e egressos de longas internações psiquiátricas no Sistema Único de Saúde (SUS), com um auxílio financeiro. Os municípios têm 30 dias para formalizar a participação do projeto junto à Secretaria de Atenção à Saúde (SAS), do Ministério da Saúde (MS). Com a abertura do projeto em mais estados, mais pacientes poderão usufruir do auxílio-reabilitação psicossocial. O pagamento mensal do benefício é realizado diretamente ao paciente, por um período de um ano, podendo ser renovado caso a pessoa não esteja ainda em condições de se reintegrar completamente à sociedade. O valor possibilita a circulação dos pacientes em espaços urbanos, reinserindo-os na comunidade e permitindo a construção de novas relações, bem como de novas oportunidades de inclusão social por meio do trabalho e da geração de renda. No ano passado, por exemplo, o Ministério da Saúde pagou R$ 21,7 milhões aos pacientes cadastrados no programa, criado em 2003. Entre 2011 e 2015, o montante de recursos repassados pelo Ministério da Saúde aumentou 32,3%, passando de R$ 16,4 milhões para R$ 21,7 milhões. Somente em 2016 já foram repassados R$ 12,7 milhões.