Noticias

Expedicionários atendem as comunidades indígenas

O Ministério da Saúde juntamente com o Ministério da Defesa, Expedicionários da Saúde (EDS) e Fundação Nacional do Índio (FUNAI) realizará a 36ª Expedição da Saúde. Até o dia 24 de novembro, as sub-regiões de Iauaretê e Içana, localizadas na região do Alto Rio Negro, no Amazonas, receberão duas amplas ações na área da saúde, onde vivem mais de 36 mil indígenas aldeados. O objetivo é realizar procedimentos de média e alta complexidade, como atendimentos ginecológicos e pediátricos, além de cirurgias de tracoma, triquíase (doença que causa cegueira), hérnia, catarata e cirurgia geral, aos indígenas que vivem em lugares de difícil acesso. Ao todo, serão realizadas cerca de 400 cirurgias e três mil atendimentos médicos. Para realizar a 36ª Expedição da Saúde, o Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Defesa, responsável pela logística das ações, enviou aproximadamente 15 toneladas de equipamentos médicos para o meio da floresta Amazônica, que possibilitarão montar estrutura física, como centro cirúrgico e espaço para a realização de exames de ultrassonografia. Além dos equipamentos, o Ministério da Saúde está levando todos os medicamentos necessários para o atendimento da atenção primária, e mais de 70 profissionais, entre enfermeiros e técnicos do Distrito Sanitário Especial Indígena do Alto Rio Negro (DSEI). Os Expedicionários da Saúde (EDS) estão, nas duas sub-regiões, com 45 médicos voluntários, que atuam em hospitais de referência como Albert Einstein e Sírio Libanês, em São Paulo. O EDS também está apoiando com medicamentos farmacológicos. A Funai está responsável pela alimentação diária das mais de 200 pessoas envolvidas. AÇÕES As primeiras ações tiveram início na terça-feira (8), na sub-região de Iauaretê. Nesta área, as cirurgias serão todas voltadas para tracoma/triquíase. Esta doença inflamatória causa cegueira e acontece com maior incidência entre os indígenas. Deverão ser realizadas cerca de 50 cirurgias dessa doença. Na região de Assunção do Içana, os tratamentos, realizados do dia 18 à 24 de novembro, terão foco nas cirurgias de hérnia, cataratas e atendimento clínico especializado como pe