Culinária

Dia dos Namorados: Dicas de harmonização de vinhos para o jantar

A data mais romântica do ano está chegando, dia 12 de junho é comemorado o Dia dos Namorados. A recomendação é ficar em casa e programar um jantar especial com uma dupla infalível: comida e vinho.

Para não errar na escolha, a Editora Senac São Paulo separou trechos da obra Comida e Vinho: harmonização essencial para ajudar no preparo de um jantar perfeito. O livro percorre várias instâncias do sabor e do saber reconhecer as diferentes texturas não só dos alimentos como também dos vinhos, procurando não estabelecer regras fixas, mas um conjunto de compatibilizações possíveis e agradáveis ao prazer da boa mesa.

Comida e vinho sempre foram parceiros ideais e fazem um casamento saboroso, o segredo é harmonização. Confira abaixo algumas dicas de como harmonizar cada tipo de vinho.

 

Vinho ácido

• Escolha pratos que sejam ricos, cremosos, gordurosos ou salgados para contrabalancear

• Combine com a acidez da comida com o vinho

• Use o vinho para equilibrar o calor das especiarias

 

Vinho doce

• Ao servir vinho com sobremesa, certifique-se de que o prato seja menos doce que o vinho, caso contrário, o vinho parecerá sem graça

• Se o vinho não for muito doce (perto de meio seco) tente servi-lo com pratos levemente doces ou pratos com toque de especiarias ou pimenta

• Tente combinar com pratos levemente salgados, como queijos e cozinhas de estilo tropical

 

Vinho alcoólico

• Certifique-se que o prato servido também seja igualmente pesado e rico em personalidade, ou o vinho poderá ofuscá-lo.

• Não sirva o vinho com pratos apimentados ou com especiarias

• Lembre-se de que a comida já faz com que o vinho pareça mais quente

• Evite excesso de sal, que irá amplificar percepção do calor/álcool

 

Vinho tânico

• Sirva os taninos com pratos ricos em proteína, gordura ou ambos

• Lembre-se de que entradas pobres em proteína ou gordura podem provocar a sensação de o vinho ser ainda mais tânico

• Lembre-se de que tanino e especiarias não combinam

• Use pimenta-do-reino, branca ou preta, para contrabalançar, já que são naturalmente amargas

• Utiliza ingredientes que sejam amargos (berinjela, abobrinha, brócolis, etc)

 

Vinho com carvalho

• Como os vinhos amadeirados sempre parecem mais encorpados com comida, acompanhe-os com receitas mais ousadas

• Combine o toque amadeirado com ingredientes como nozes e especiarias doces

• O envelhecimento em carvalho enriquece a textura do vinho e harmoniza bem com pratos e molhos igualmente ricos em textura

 

Vinho tinto e envelhecido

• Sirva o vinho com carnes malpassadas

• Como os taninos amaciam com o tempo, o tinto envelhecido é muito mais versátil que um tinto jovem e tânico

• Escolha preparações mais simples para que o vinho possa aparecer

 

Vinho branco e envelhecido

• Sirva o vinho com pratos de características aromáticas semelhantes (nozes, amêndoas e frutas secas)

• Compense a perda de acidez do vinho envelhecido com a acidez do prato: o sumo do limão ou toque do vinagre

 

E para quem busca opções de presente para a pessoa amada, a Editora Senac São Paulo preparou uma seleção de livros e oferece desconto de 50% em títulos selecionados e ainda frete grátis nas compras acima de R﹩99. Destaque para a obra Cozinha a Quatro Mãos, da renomada chef Rita Lobo (De R﹩74 por R﹩37), um guia com instruções detalhadas para os casais prepararem as refeições juntos. O livro Comida e Vinho também está em promoção (De R﹩83 por R﹩41,50), para aprender mais sobre harmonização dessa dupla infalível. Esses e outros títulos estão disponíveis no site da Livraria Senac: www.livrariasenac.com.br.