Cidades

Depois de anos de espera Corbélia ganha novo edifício-sede do fórum

“Depois de mais de 30 anos finalmente a Comarca de Corbélia vai ganhar um fórum à altura das necessidades profissionais”. O comentário é do prefeito, Giovani Hnatuw. Ele ciceroneou o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador José Laurindo de Souza Netto, durante passagem pela Cidade. Foi na quinta-feira (29), quando o presidente autorizou a abertura do processo licitatório para a construção do novo fórum. A solenidade festiva contou com a presença do vice-governador, Darci Piana, deputados, secretários de estado, prefeitos e da comunidade.

A construção do novo fórum será possível por causa do entendimento entre o Município e o Tribunal de Justiça do Paraná. Afinal a área que vai abrigar o prédio, foi doada pelo Município. É um espaço nobre, na região central da cidade, junto ao parque de máquinas. Com a construção, a Prefeitura vai transferir o parque de máquinas para uma nova área. Isso já começou a ser feito e deve ser concluído nas próximas semanas.

O projeto arquitetônico do novo fórum segue um estilo padrão do Tribunal de Justiça, porém, leva em conta uma série de detalhes inovadores. São 1,8 mil metros quadrados de área construída. O investimento previsto é de R$ 12,5 milhões. Os recursos financeiros serão canalizados pelo próprio Tribunal de Justiça.

Nesse novo edifício serão privilegiados espaços com iluminação natural, acessibilidade e conforto, tanto aos serventuários quanto aos jurisdicionados. Também será destinado um espaço para a OAB, outro espaço será construído para o trabalho dos servidores do Ministério Público e haverá sala para oficiais de justiça. Também está previsto monitoramento por Câmaras.

Além disso, será construído um auditório amplo que permitirá a realização de julgamentos, os famosos juris populares. Hoje esses julgamentos são realizados na Câmara de Vereadores. Mas sempre é necessário que a direção do fórum faça um pedido ao legislativo, solicitando a cedência do espaço em datas específicas.

Hellem Martini, a juíza diretora do fórum, explica que o prédio atual se tornou pequeno ao longo do tempo. Ela acredita que o novo edifício vai permitir um atendimento mais humanizado, principalmente a população que busca Justiça. “Teremos lugares mais adequados para as pessoas aguardarem as audiências, realizarem as consultas, enfim, teremos um local mais adequado para atender a comunidade”, comentou.

A promotora de Justiça, Claudia Tonetti Buazus, se mostrou entusiasmada. “A gente vai poder recebê-los de forma mais adequada. Isso é muito importante”, explicou. Ela e a Juíza acompanharam atentamente a solenidade que contou com a presença de colegas da comarca.

“Esse gesto do Tribunal de contas nos enche de alegria porque demonstra que Corbélia vem crescendo tanto economicamente, como socialmente”. Comentou o vice-prefeito, Dangelles Decki. A Comarca de Corbélia atende os municípios de Corbélia, Braganey, Iguatu e Anahy. A previsão de conclusão da obra é de um ano e meio.