Noticias

Feromônios sintéticos para detecção do cio ajudam a maximizar rentabilidade da suinocultura

A detecção de cio é um dos manejos mais importantes do sistema de criação de suínos. Afinal, a deficiência na estimulação sexual é um dos fatores que prejudicam a inseminação artificial. Essa falha é a principal causa do mau desempenho reprodutivo da suinocultura tecnificada.

 

A detecção eficaz do cio contribui para a rentabilidade do criador, evitando prejuízo de até R$ 2,8 mil por matriz vazia ao parto. O potencial de prejuízo é imenso se projetarmos para as 2,0 milhões de matrizes suínas em idade reprodutiva, segundo a Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS).

 

Os estímulos olfatórios proporcionados por feromônios são extremamente importantes no comportamento do cio. A boa notícia é que quando há comprometimento desses estímulos, os análogos sintéticos garantem o máximo nível de estimulação na fêmea. Um dos análogos encontrados pela ciência é Boar Saliva Analog.

 

BoarBetter tem a exclusiva e patenteada tecnologia denominada BSA, na sigla em inglês, ou "saliva análoga do cachaço" (em tradução livre para o português), que tem se mostrado importante aliado no processo de dectação de cio nas fêmeas suínas. BoarBetter possui a combinação de análogos sintéticos das três moléculas de feromônios presentes na saliva do macho suíno: androstenona, androstenol e quinolina.

 

A atuação sinérgica dessas moléculas desencadeia o comportamento sexual máximo em fêmeas no cio, mimetizando o efeito do macho. Isso está comprovado por estudos a campo em granjas comerciais, nas quais foi comparado o desempenho de BoarBetter, mais áudios de grunhidos, como de um macho sexualmente maduro.

 

Essas pesquisas indicaram que BoarBetter é capaz de detectar 9 em cada 10 fêmeas no cio sem o auxílio de um cachaço sexualmente maduro. Isso revela excelentes perspectivas para o manejo diagnóstico do cio, otimizando os ganhos reprodutivos e de produtividade para as propriedades brasileiras.

 

O melhor desempenho da detecção do cio diminui o risco de perdas reprodutivas, as quais podem representar enormes prejuízos financeiros ao sistema de produção. Levantamentos recentes indicam que um dia não produtivo pode custar R$ 20,00, considerando um cio regular de 21 dias, o que representa um custo de R$ 500,00 a cada retorno regular ao cio.

 

BoarBetter é um produto com uma única e inovadora tecnologia trazida ao Brasil com exclusividade pela Vetoquinol Saúde Animal, uma das 10 maiores indústrias veterinárias do mundo. BoarBetter valoriza seu tempo, com mais rapidez e máxima detecção de cio.