Cidades

Corbélia e Cohapar consolidam a regularização fundiária de casas

O representante da Companhia Habitacional do Paraná (Cohapar), Lucilei Marchiori, esteve na manhã de segunda-feira (20), no gabinete da Prefeitura de Corbélia para realizar a primeira regularização de escrituras com baixo custo das casas financiadas pela Cohapar.
O serviço custa em média até três salários mínimos, mas com esse programa o valor cai para até um salário mínimo, podendo ser à vista ou parcelado. Ele é destinado aos moradores de casas financiadas pela Cohapar que já quitaram todas as prestações do financiamento imobiliário.
Para garantir a segurança dos envolvidos, a companhia substitui os contratos particulares de promessa e/ou compra e venda por contratos de compra e venda com força de escritura pública, conforme estabelecido pela Lei Federal 4.380, de 21 de agosto de 1964 e Lei Municipal n°639/2005.
Os conjuntos habitacionais que foram contemplados para receber o baixo custo na primeira escritura entre a Cohapar e proprietário foram, a Vila Rural Nossa Senhora Aparecida, o Jardim Vera Lúcia, Vila Nova Nazaré, o Jardim Nova República e os distritos Penha e Ouro Verde. 
Os interessados em regularizar a documentação do imóvel que foi adquirido  por meio de financiamento da Cohapar, podem procurar o setor tributário ou a secretaria de Desenvolvimento Econômico da prefeitura de Corbélia.