Turismo

Aeroporto de Cascavel conta com infraestrutura de primeiro mundo atraindo investidores

Empresa pública nacional com mais de 40 anos de experiência, a Infraero foi apresentada oficialmente na quarta-feira (29), para os trabalhos de assessoria dos serviços da administração aeroportuária em Cascavel, com uma equipe de profissionais que atuarão diretamente no Aeroporto Municipal Adalberto Mendes da Silva visando à certificação da nova estrutura que recebeu mais R$ 50 milhões de investimentos.
O trabalho contempla ainda um estudo mercadológico para os demais serviços de melhoria do aeroporto e projetos de implantação dos instrumentos de aproximação, bem como um estudo de viabilidade técnico e econômico para a concessão do terminal. “Viemos com a dedicação, que é característica da nossa equipe técnica, para construir uma parceria que faça este aeroporto voar ainda mais alto”, assegurou o diretor de Operações e Serviços Técnicos da Infraero, Brigadeiro-do-Ar André Luiz Fonseca e Silva, para quem aeroportos representam desenvolvimento. “Antigamente o desenvolvimento vinha, e a reboque vinha um aeroporto; hoje é ao contrário: primeiro se estrutura o aeroporto e, a reboque, vem o desenvolvimento”.
Fonseca reconheceu Cascavel como uma zona de influência para os demais municípios, que devem buscar no aeroporto municipal condições logísticas e soluções de saída e chegada na região. “Cidade polo, Cascavel necessita desta consolidação do aeroporto de forma que possa ser elevado de categoria para atrair mais voos regulares, com aeronaves maiores, principalmente cumprindo todas as normas exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil, a SAC”, enfatizou.
Ato de responsabilidade
A Infraero foi escolhida pelo município de Cascavel para esta parceria justamente pela expertise de 40 anos em administração de aeroportos, com foco nas pessoas, na segurança, no conforto e no bom atendimento, quesitos que vêm ao encontro da atual gestão. “Este é mais ato de responsabilidade nosso, porque esta obra simboliza nosso governo, pois é fruto da determinação, da vontade, do empenho e até expressão de indignação”, disse o prefeito Leonaldo Paranhos, durante o ato de formalização do convênio, citando todas as etapas burocráticas e desafios que precisaram ser vencidos para concretizar este sonho de décadas da sociedade civil da cidade de toda a região.
Embora não estivesse no plano de governo em 2016 pelo histórico de gargalos que impediram a concretização durante pelo menos 30 anos, o aeroporto se tornou um desafio pessoal do prefeito, depois político, superado com apoio fundamental das entidades de classe que ansiavam pela estrutura pronta, e de parceiros como a SAC, a própria Infraero e o trabalho do deputado federal, Fernando Giacobo, fundamental para desenrolar imbróglios e indicar verbas necessárias à construção. “Não é possível fazer política sem reconhecimento e gratidão e, com todos esses apoios, concretizamos este sonho, podendo dizer que dentre as 400 obras já realizadas, estão obras para pessoas, para as comunidades e para a cidade. E esta é uma obra para a cidade e a região”, enalteceu Paranhos.
Assessoria técnica
De acordo com a presidente da Transitar, Simoni Soares, como a Infraero figura entre as três maiores operadoras aeroportuárias do mundo, a chegada em Cascavel imprime uma marca de qualidade ao aeroporto municipal. “É uma parceria técnico especializada, que trará qualidade na prestação de serviços aos passageiros, que é nosso principal objetivo”.
A empresa tem participação societária em aeroportos de Brasília (DF), Guarulhos e Viracopos (São Paulo), Confins (MG) e Galeão (RJ). Muitos dos aeroportos com a marca Infraero são considerados verdadeiros centros de negócios e abrigam as mais diversas atividades econômicas, desde o varejo, a alimentação e a mídia aeroportuária, até empreendimentos externos como hotéis, hangares, centros de convenções e estacionamentos de veículos, o que gera uma expectativa de elevação também ao aeroporto local.
Auxílios à navegação
Dentre os estudos da Infraero estão o de implantação do Sistema de Pouso por Instrumento (ILS- Instrument Landing System), dispositivo que fornece ao piloto duas informações essenciais para um pouso mais seguro: o eixo da pista e a trajetória ideal de planeio. Esse sistema visa eliminar problemas de pousos em condições de teto e visibilidade restritas e junto com o Sistema de luzes de aproximação – ALS (Approach Lighting System) facilitar também voos noturnos.