Política

Dr. Giovani: novo Cisop dobrará o volume de atendimentos

O novo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná (Cisop), em Cascavel, é um gigante de 126 salas de atendimento construído em uma área de 4,6 mil metros quadrados na Avenida Brasil, a principal da cidade. Ele será fundamental para garantir atendimento moderno em saúde para toda a região no curto, médio e longo prazos, dentro de dois princípios que são base da saúde pública paranaense: cuidado especializado e perto da casa das pessoas.
Segundo o vice-presidente do Cisop, Dr. Giovani Miguel Wolf Hnatuw, a estrutura de dois andares, em formato de H, é uma mistura de concreto armado, alvenaria, drywall e vigas de metal. Além das salas dedicadas aos pacientes, há, ainda, um anfiteatro de 200 lugares, um centro de distribuição de medicamentos e consultórios equipados com tecnologia de ponta para realização de pequenos procedimentos ortopédicos e dermatológicos, além de cirurgias plásticas, intervenções odontológicas e o chamado ambulatório de feridos. “É um sonho realizado para toda a região. Foi um processo longo que contou com a confiança do Estado e dos prefeitos. Daqui vamos operacionalizar os atendimentos (odontologia, ortopedia, pequenos procedimentos) e as transformações que queremos implementar, como a disponibilidade de cirurgias nas microrregiões”, ressaltou.
Em entrevista ao jornal A Voz do Paraná, Dr. Giovani Hnatuw enaltece que “as obras do novo Cisop representam, principalmente, o crescimento do consórcio e a sua importância para a região. O Cisop tem feito um atendimento excepcional, que atende a necessidade maior dos municípios que é a saúde, sobretudo, falando em termos de especialidades, que é a principal deficiência dos municípios pequenos, que tem dificuldades para manter atendimentos especializados”.
De acordo com o vice-presidente do Cisop, a nova sede do Cisop vai concentrar o atendimento de 42 especialidades, contando com uma equipe de 160 médicos e outros 300 prestadores de serviços. Dentre os atendimentos prestados, estão as áreas de cardiologia, endocrinologia, geriatria, nefrologia, oftalmologia, pediatria, psiquiatria, reumatologia e urologia, além de outras especialidades e serviços. “Essa obra demonstra a necessidade de expansão, de crescimento e da modernidade que o Cisop se tornou nesses anos. Nós precisamos reconhecer as gestões anteriores do Cisop, mas, sobretudo, as que se empenharam em levar essa obra até o final, uma obra que teve bastante trabalho e enfrentou diversas adversidades, até porque, o Cisop foi crescendo e nós fomos adaptando a obra para esse processo de modernização que o consórcio vivenciou. E, hoje, brindamos essa entrega para a população do Oeste e temos a honra de receber o governador Ratinho Junior, que também é um incentivador de consórcios, respeita os municípios nas suas sedes”.
Leia, a seguir, a íntegra da entrevista:

Jornal A Voz do Paraná: O que essa obra representa para o consórcio e para a região Oeste?  
Dr. Giovani Miguel Wolf Hnatuw:
As obras do novo Cisop representam, principalmente, o crescimento do consórcio e a sua importância para a região. O Cisop tem feito um atendimento excepcional, que atende a necessidade maior dos municípios que é a saúde, sobretudo, falando em termos de especialidades, que é a principal deficiência dos municípios pequenos, que tem dificuldades para manter atendimentos especializados. Essa modernização e descentralização dos atendimentos, que começou com o prefeito de Boa Vista da Aparecida, Leonir dos Santos, permaneceu na gestão do presidente Barella. Essa obra demonstra a necessidade de expansão, de crescimento e da modernidade que o Cisop se tornou nesses anos. Nós precisamos reconhecer as gestões anteriores do Cisop, mas, sobretudo, as que se empenharam em levar essa obra até o final, uma obra que teve bastante trabalho e enfrentou diversas adversidades, até porque, o Cisop foi crescendo e nós fomos adaptando a obra para esse processo de modernização que o consórcio vivenciou. E, hoje, brindamos essa entrega para a população do Oeste e temos a honra de receber o governador Ratinho Junior, que também é um incentivador de consórcios, respeita os municípios nas suas sedes. O consórcio é realmente isso, a união dos municípios que com sua força faz com que a saúde e outras áreas sejam mais bem atendidas.

Jornal A Voz do Paraná: Uma obra dessa natureza acontece em um momento em que a nossa região precisa e merece?  
Dr. Giovani:
Sem dúvidas. Eu sempre falo que quando a gente fala em obras públicas, não estamos falando meramente da estrutura física ou da infraestrutura, mas, sim, do foco principal, que é atender as pessoas, seja do pavimento do asfalto que colocamos para circular os veículos e garantir conforto às pessoas, seja em uma obra dessas que é muito maior e que gera melhorias para população. Trata-se de um conforto para os pacientes que são atendidos aqui, para os médicos, enfermeiras e todos os que trabalham no consórcio. Então, isso é o símbolo maior da evolução, do crescimento e, sobretudo, do respeito que esse consórcio tem com a sua população, porque quando nós falamos isso, estamos falando da população de todos os municípios de abrangência, de pessoas que chegam com dores, dúvidas sobre a sua saúde e que terão um atendimento muito mais humanizado e seguro, além do conforto aos médicos, enfermeiros e profissionais que vão estar atendendo em um ambiente muito mais adequado. Para nós, essa obra é um símbolo de respeito para com a população da região Oeste. 


Jornal A Voz do Paraná: Como médico, você atende pacientes e isso lhe gera satisfação e, como prefeito, esse número de pessoas atendidas aumenta expressivamente e já como vice-presidente do Cisop, o seu trabalho impacta a vida de quase 600 mil habitantes. Qual é o sentimento em fazer parte deste momento tão representativo para o consórcio?  
Dr. Giovani:
Um dos preceitos maiores da minha profissão é atender gente e como eu falei há pouco, dentro de uma estrutura pública, seja uma prefeitura e até mesmo um consórcio, onde a população atendida aumenta esporadicamente, a gente vê a possibilidade de multiplicar esse atendimento a um número muito maior de pessoas e isso é extremamente gratificante. Me lembro que um dia eu finalizava o dia e ia para minha casa muito satisfeito por ter adequado a estrutura do nosso hospital municipal, para atender a nossa população e acreditava que tinha cumprido com uma parte da minha obrigação na vida pública. Hoje, inaugurando essa obra, eu sinto muito feliz e satisfeito por ajudar na melhoria da saúde oestina de uma forma muito mais ampla. Com um consórcio bem estruturado ganhamos em escala de atendimento e na possibilidade de contratações mais baratas. É um investimento que une boas soluções na gestão pública.