Culinária

Natal: época de festas, vendas e inovação no empreendedorismo

Maior data de vendas do comércio, o Natal também é um período de inovação para pequenos empresários. Muitos empreendedores aproveitam a oportunidade para expandir horizontes e vender mais. Foi o caso da empreendedora Kamilla Rorato. Ela lançou uma marca de chocolates inclusiva perto do Natal e o resultado não poderia ser outro: sucesso em vendas já nos primeiros dias. O chocolate é vegano - sem ingredientes de origem animal, sem glúten e sem açúcar.

Com um público sedento, ela aproveitou um nicho de mercado e, mesmo sem intenção de fazer algo específico para a época natalina, deve planejar cestas de chocolate para atender a demanda.  “Por ser vegana, eu tive uma dificuldade muito grande de encontrar chocolate. A ideia surgiu ainda em fevereiro deste ano. Busquei capacitação, mas depois pensei que deveria fazer um chocolate inclusivo para quem gosta de chocolate: sem glúten e sem açúcar. Conseguimos lançar a marca agora e a demanda foi muito maior do que imaginávamos”, conta.

O Natal também se tornou uma oportunidade a mais para a empreendedora Aline de Paula. Com uma longa trajetória na produção de bolos, ela aproveitou a data para produzir os tradicionais chocotones. Além disso, uma das ideias que ganhou o gosto do público foi o bolo de Natal. “Os bolos de Natal são produzidos com as cores natalinas e enfeites e tenho muitas encomendas. Tem gente, inclusive, que aproveita a data para comemorar o aniversário das crianças e por isso a procura é muito grande”, conta.

Aline participa do programa de capacitação Mulheres Empreendedoras, da AMIC PR (Associação das Micro e Pequenas Empresas do Paraná) e, para 2022, pretende expandir a produção. “Graças a uma busca de capacitação e também muita procura da clientela, terei oportunidade de fazer com que o meu negócio cresça. Hoje, trabalho na cozinha de casa, mas quero montar um espaço e contratar mais gente para me ajudar”, completa.

Comerciantes preparam condições especiais para acelerar vendas
Com a queda nos casos de coronavírus e a perspectiva de melhora no cenário econômico, o comércio cascavelense já está aquecido e com boa expectativa de vendas para este Natal. O horário de atendimento está estendido, desde a primeira semana do mês, para consumidores que quiserem fazer suas compras e não podem em horário comercial. “Estamos com um movimento diferenciado, muito bom com relação ao ano passado e nossa expectativa, com certeza, é superar as metas”, afirma Marcelo Silva, que é dono de uma loja de calçados no Centro da cidade.

A loja está precisando, inclusive, contratar mais vendedores, por conta do movimento intenso. “Também estamos trabalhando com condições especiais de pagamento, em 12 vezes no cartão de crédito e no crediário com a possibilidade do primeiro pagamento para fevereiro”, comenta.

Para a presidente da AMIC PR, Sonia Xavier, o comerciante precisa aproveitar mais essa oportunidade de acelerar as vendas e movimentar seu negócio. “É a melhor época de vendas do ano e por isso incentivamos os nossos empreendedores a oferecerem condições especiais para a clientela, para recuperar, cada vez mais, o que se perdeu durante a pandemia”.

Ela reforça a importância também do consumidor de comprar produtos no comércio local. “Desta forma, movimentamos a economia da nossa cidade. O dinheiro volta para nós e, ao mesmo tempo, incentivamos os nossos comerciantes locais”, finaliza.