Cidades

Tarde divertida é promovida pela PM no CAPS de Toledo

Trinta crianças e adolescentes atendidas pelo Centro de Atendimento Psicossocial Infantil (Caps-i) de Toledo foram presenteadas com uma tarde muito especial no 19º Batalhão da Polícia Militar. A atividade envolveu passeio no micro-ônibus, recepção dos PMs, visita ao Canil e demais estruturas do Batalhão. Um dos pontos emocionantes foi um passeio de viatura e a chegada do Papai Noel. Para finalizar, um delicioso lanche foi servido para os adolescentes e familiares presentes. 

O Tenente Coronel do 19º BPM, José Osmar Novach, disse que foi procurado por dois empresários, um de Toledo e outro de Cascavel, com a intenção de colaborar para melhorar o Natal de algumas crianças e confiou no trabalho da Polícia Militar para acessar alguns grupos. 

“A nossa instituição também realiza um trabalho social, no sentido de identificar problemas e encaminhar nos devidos serviços que possam auxiliar na solução desses problemas. A Polícia Militar não faz só o policiamento ostensivo e repressivo, mas também essa parte de acompanhar alguns locais que envolve crianças e adolescentes. Aproveitamos a confiança desses empresários para também oferecer às crianças do Caps-i a oportunidade de conhecer nossas estruturas, o Canil, nossos equipamentos e viaturas, além de um Papai Noel pra brindar as crianças com os brinquedos que foram arrecadados nesse final de ano pelos policiais”, explicou. 

A diretora de Saúde Mental do Município, Tatiani Finkler Guzzo, disse que “a ação desperta o estímulo de socialização, de interação com a comunidade, com as autoridades, deles sentirem que a polícia está aqui para ajudar, para somar. Desde a vinda com o ônibus ouvimos eles falando ‘é o policial?’, sim é o policial que te cuida e está aqui pra te proteger. Então é esse fortalecimento de vínculo entre as crianças e as autoridades que é tão importante para nós”, explicou a diretora. 

Segundo a coordenadora do Caps-i, Paula Danielle Lopes, eventos como esse fortalecem o processo de reinserção social, de desenvolvimento do protagonismo e até mesmo no quadro clínico desses adolescentes. “Esses momentos de confraternização, no caso deles, é um processo de inserção social, pois praticamente todos aqui nunca tiveram a oportunidade de uma visita como essa. Desde a vinda no ônibus já foi uma festa, estar aqui é uma grande emoção. Nós como técnicos ficamos imensamente emocionados em poder proporcionar esses momentos para eles”, enalteceu a coordenadora. 

A jovem Esmeralda Vitória Goes, de 10 anos, declarou alegremente que “quando eu crescer quero estudar e vir pra cá, ser policial. Gostei muito do passeio, principalmente de andar no carro da Polícia”, declarou a jovem. Esmeralda estava acompanhada da irmã, Ashley Cristina Goes, de 17 anos, a qual também elogiou o passeio e o atendimento do Caps-i, além de manifestar que também quer ser policial quando crescer. 

Os adolescentes se divertiram muito com a apresentação das técnicas de adestramento do Boris, cachorro policial do Canil da PM, tiveram a oportunidade de interagir com ele. Ao fim do passeio, a chegada do Papai Noel e a entrega de presentes fecharam com chave de ouro as atividades.