Noticias

Operação Rondon das Gerais – 12 municípios de Minas receberão o Projeto Rondon em janeiro de 2022

Em menos de um mês ocorrerá a operação do Projeto Rondon batizada de “Operação RONDON DAS GERAIS”, no Estado de Minas Gerais. A iniciativa envolve o Ministério da Defesa (Coordenação-Geral do Projeto Rondon), o Governo do Estado de Minas Gerais, a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMANS), o 55º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, sediado em Montes Claros, e Instituições de Ensino Superior (IES) de diversos estados do País.

Durante 12 dias, cada município receberá 10 estudantes e dois professores de duas universidades diferentes. As duas equipes trabalharão com oficinas de distintas áreas de conhecimento. Elas estão divididas em “Conjunto A” - Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde; e “Conjunto B” - Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. Além disso, cada operação tem o “Conjunto C”, formado por estudantes e professores de apenas uma universidade em cada operação, responsáveis por toda a comunicação do projeto.

A operação RONDON DAS GERAIS, prevista para acontecer de 27 de janeiro a 13 de fevereiro de 2022, atenderá 12 municípios mineiros e terá como Centro Regional (CR), a cidade de Montes Claros /MG. Os municípios contemplados são: Botumirim/MG, Campo Azul/MG, Cristália/MG, Engenheiro Navarro/MG, Grão Mogol/MG, Ibiaí/MG, Ibiracatu/MG, Josenópolis/MG, Olhos-D'Água/MG, Ponto Chique/MG, Ubaí/MG e Varzelândia/MG.

Preparação e expectativa

Entre alunos e professores a expectativa para o início das atividades cresce conforme a operação se aproxima. Cada instituição de ensino superior está realizando preparações com os Rondonistas, integrando alunos e delineando as ações que serão apresentadas às suas respectivas comunidades.  

O professor-coordenador de grupo, Dr. Cristian Cipriani, da Univel Centro Universitário, de Cascavel-PR, vê a experiência com potencial transformador para os estudantes, além de se transformar em um espaço para a difusão do conhecimento e de transformação social. “O projeto vai ser importante para nós nos desenvolvermos enquanto acadêmicos e enquanto pessoas. Teremos a oportunidade de entrar em contato com outras culturas e realidades, além de podermos ensinar o que a gente sabe e aprender com elas”, disse o docente.

Para os rondonistas, a expectativa cresce a cada dia e fica mais evidente a vontade de levar conhecimento e ajuda às comunidades que serão atendidas pela Operação. O acadêmico Luciano Soave, da Universidade Tecnológica do Paraná - Campus Francisco Beltrão, vê o Rondon como uma oportunidade de conhecer novas realidades, realizar uma troca de conhecimentos, fortalecendo vínculos, proporcionando crescimento aos beneficiados pela operação e plantando uma semente para um futuro mais sustentável. “Espero poder vivenciar de forma ímpar uma realidade diferente da região a qual me encontro, poder conversar e conhecer a realidade social da cidade. Pretendo servir de engrenagem para o auxílio do crescimento socioeconômico e educativo, papel chave do projeto. A esperança e vontade em ajudar é a energia propulsora para vivenciar esse momento inspirador que nos move para um futuro certo e melhor”, pontuou o participante.

Ações multiplicadoras

Coordenado pelo Ministério da Defesa, o Projeto Rondon tem a participação dos Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Educação, da Cidadania, da Saúde, do Meio Ambiente e da Secretaria de Governo da Presidência da República. Dessa forma, o Projeto se constitui em um esforço interministerial, que conta com o apoio de Instituições de Ensino Superior de todo o País, de estados e de municípios para promover o desenvolvimento da cidadania nos universitários e o desenvolvimento dos índices sociais nas comunidades atendidas.

Nos últimos 16 anos, o Projeto Rondon realizou 85 operações, em 1.249 municípios, de 24 unidades da federação. Nessas operações, contou com 2.371 participações de instituições de ensino superior e 23.653 Rondonistas (universitários e professores), capacitando cerca de 2 milhões de pessoas em todo o Brasil.