Noticias

Dangelles: Corbélia tem atraído o olhar do investidor

Há 16 anos na vida pública, o vice-prefeito de Corbélia, Dangelles Decki, sempre se dedicou em fazer o bem para a população, visando sempre o desenvolvimento e o crescimento de Corbélia em todos os setores, por meio de ações, projetos, apoios e atenção aos corbelienses. 
Essa trajetória de sucesso lhe confere destaque e um grande prestigio político. “Corbélia será um município ainda mais pujante e desenvolvido. Desde que o Dr. Giovani e eu assumimos a prefeitura, implementamos uma reestruturação e elevamos a credibilidade das nossa cidade. Corbélia começa a atrair o olhar de empresários e investidores. Eu vejo o município, pelo seu local estratégico, como uma cidade que vai crescer segmentada e de forma a se destacar muito na região. Quando falo em crescimento, não estamos falando em tamanho, mas em qualidade de vida, em investimentos que estamos planejando para o município e que nos traz olhares diferenciados e faz com que Corbélia se desenvolva”.
Incentivador de grandes eventos festivos, sociais e esportivos, o trabalho e o dinamismo do vice-prefeito são reconhecidos pela população. “O reconhecimento da população, as obras e investimentos que entregamos, são combustíveis para seguirmos trabalhando com determinação”, salientou Dangelles Decki.  
O vice-prefeito, que faz uma atuação participativa na administração, atua de forma brilhante e transparente, realizando projetos importantes e de grande significado para os corbelienses, assumindo também a prefeitura interinamente como prefeito, durante férias e/ou compromissos de Dr. Giovani Hnatuw. “Eu vejo que eu e o prefeito Dr. Giovani estamos aqui de passagem, o que permanece é a administração pública. Eu acredito na ideia de que nada se faz sozinho. Se eu e o prefeito não tivéssemos uma boa sintonia e um bom relacionamento, as coisas não sairiam de forma correta. Nós podemos ter diferentes pensamentos e ideias, mas o foco sempre é o mesmo e nosso olhar está na mesma direção. Estamos voltados para o mesmo objetivo, que é o de fazer o bem para a nossa população”, destacou.
Em entrevista ao jornal A Voz do Paraná, Dangelles Decki não esconde seu desejo de poder voar mais longe politicamente, e claro, tem grandes chances, já que seu nome tem sido reconhecido pela população corbeliense, como um vice-prefeito atuante e comprometido com a melhoria da qualidade de vida e bem-estar da população. “Meu sonho é ser prefeito de Corbélia. Eu trabalho e atuo em prol da melhoria da qualidade de vida e bem-estar da população. Esse é o meu objetivo desde que eu fui vereador pela primeira vez. Espero alcançar êxito nesse propósito e desempenhar um governo de excelência, para não decepcionar quem confiou em mim”, enalteceu.
Leia, a seguir, a íntegra da entrevista:

 

Jornal A Voz do Paraná: Quem é Dangelles Decki?  
Dangelles Decki:
Eu sou um homem simples, dedicado e apaixonado por Corbélia. Por acreditar que por meio da política conseguimos mudar a vida das pessoas, me dedico à vida pública. Desde novo, escutando as conversas políticas dentro de casa com meu pai, fui criando gosto pela política. Ingressei cedo para a vida pública. Com vinte e poucos anos, me lancei candidato à vereador. Tive a oportunidade de ser eleito duas vezes vereador. Na ocasião, também fui presidente da Câmara de Vereadores. Hoje, estou no segundo mandato como vice-prefeito de Corbélia. Sou uma pessoa que gosta muito do que faz, tenho amor pelo município e me cobro muito na busca de trabalhar por uma cidade cada vez melhor. Me dedico a isso completamente, porém, muitas vezes, sou cobrado pela família por me doar demais. Sou um homem que, mesmo sendo reservado, mas por estar na vida pública, gosto muito de trabalhar pela população.

Jornal A Voz do Paraná: Então, o gosto pela política vem de casa?
Dangelles:
Vem do exemplo de dentro de casa, nas conversas políticas, eu me lembro muito bem das ‘Diretas Já’, quando eu tinha 6 ou 7 anos e teve esse período de redemocratização. Naquela época, meu pai conversava muito sobre essa questão. Ele nunca foi político e nós nunca tivemos um histórico de políticos na família, mas a conversa serviu de exemplo. Naquele período, meu pai falava muito sobre política e eu acabei adquirindo gosto. Minha primeira graduação foi em História e isso traz um senso crítico muito grande em relação ao passado e a política do nosso país. Essa formação aumentou ainda mais o meu gosto pela política. 

Jornal A Voz do Paraná: Você comentou que se cobra muito na vida pública. É pelo fato de ter uma grande responsabilidade nas mãos?
Dangelles:
Sim, eu me cobro demais e por ser uma pessoa mais reservada, a minha autocobrança é ainda maior. Como eu gosto da política e vejo ela como uma ferramenta de transformação. Lidamos com os sonhos das pessoas, com a saúde, com a educação, com a trafegabilidade, com o saneamento básico, com o lazer, com o esporte, além de lutarmos pela melhoria da qualidade de vida daqueles menos favorecidos. Nosso olhar está voltado para o ser humano, pois temos que trabalhar em todos os setores e cuidar das pessoas, oferecendo serviços de excelência.

Jornal A Voz do Paraná: Quando você consegue fazer algo que muda a vida das pessoas, qual é o sentimento que vem à tona?
Dangelles
: Quando sentimos esse desejo de mudança, a vontade de fazer a diferença e que você consegue, por meio do trabalho e da ação, melhorar a vida das pessoas, esse sentimento é o combustível para seguir em frente. O Dr. Giovani e eu, sempre citamos a conquista da nossa primeira retroescavadeira-pantaneira, quando ela entrou em funcionamento, estávamos visitando outra estrada rural e, concidentemente, na volta, encontramos o equipamento trabalhando. Paramos o carro e ficamos igual dois bobos olhando-a trabalhar, porque foi a primeira da história de Corbélia. Quando nos demos conta do momento, nos olhamos e comemoramos essa conquista de um trabalho árduo. Pode parecer algo simples, mas que traz essa sensação de felicidade e dever cumprido. O reconhecimento da população, as obras e investimentos que entregamos, são combustíveis para seguirmos trabalhando com determinação.  

Jornal A Voz do Paraná: O que você julga serem as suas virtudes?
Dangelles:
Virtude, eu acredito que é, e deveria ser de todos, sempre fazer as coisas pelos caminhos certos, além dessa dedicação e do gosto por fazer o bem e fazer a coisas melhores, sobretudo, por eu ser uma pessoa mais reservada e me cobrar muito para que as coisas sejam feitas de forma correta e que sejam pelo melhor da nossa população. 


Jornal A Voz do Paraná: Quais são os maiores desafios que você encontra e como faz para superá-los?
Dangelles:
Acredito que todos os dias encontramos grandes desafios e que eles são diários, constantes, mas acredito que o maior seja estar sempre buscado conhecimento e saber lidar com as constantes mudanças que acontecem na administração pública e que são orientadas pelas leis do nosso País. Com essas dificuldades, acabamos esbarrando na questão da burocracia. Muitas vezes, queremos resolver, sabemos como fazer, mas esse processo acaba sendo moroso e isso se torna uma dificuldade, porque vemos as necessidades da comunidade, sentimos as cobranças e a sabemos que aquilo precisa ser feito e como fazer, mas esse período até a conclusão é custoso e complicado.  

Jornal A Voz do Paraná: Corbélia, em governos anteriores, passou por tempos difíceis que, com a entrada do governo Giovani e Dangelles, foram superadas e iniciou-se um novo momento no município. Essa afinidades que vocês têm traz essa facilidade para se trabalhar e conquistar melhorias para o município?
Dangelles:
Com certeza. Eu vejo que eu e o prefeito Dr. Giovani estamos aqui de passagem, o que permanece é a administração pública. Eu acredito na ideia de que nada se faz sozinho. Se eu e o prefeito não tivéssemos uma boa sintonia e um bom relacionamento, as coisas não sairiam de forma correta. Nós podemos ter diferentes pensamentos e ideias, mas o foco sempre é o mesmo e nosso olhar está na mesma direção. Estamos voltados para o mesmo objetivo, que é o de fazer o bem para a nossa população.

Jornal A Voz do Paraná: Você considera uma missão a sua participação na política de Corbélia?
Dangelles:
Sim, considero. Vejo que, mesmo sendo passageiro, é satisfatório olhar para trás e ver tudo o que conseguimos fazer. Além disso, sentir que podemos contribuir com o nosso semelhante, sentir que muitos deles dependem, às vezes, de uma palavra amiga, de uma palavra de conforto. Tudo isso alimenta a vontade de fazer ainda mais. 

Jornal A Voz do Paraná: Qual é o seu sonho na política de Corbélia?
Dangelles:
Meu sonho é ser prefeito de Corbélia. Eu trabalho e atuo em prol da melhoria da qualidade de vida e bem-estar da população. Esse é o meu objetivo desde que eu fui vereador pela primeira vez. Espero alcançar êxito nesse propósito e desempenhar um governo de excelência, para não decepcionar quem confiou em mim. Me sinto preparado, embora ainda jovem, meu aprendizado tem sido constante e permanente na busca de soluções para a nossa gente. A experiência é constante em nossa vida, com vinte ou com cem anos, estamos sempre aprendendo.

Jornal A Voz do Paraná: O apoio da família é importante?
Dangelles:
O apoio da família é imensamente importante. A minha família é a minha base, são eles que vivem comigo, me escutam, me aconselham e foi desde cedo o meu maior exemplo para entrar na vida pública. Eles fazem com que eu permaneça e siga trabalhando pelo caminho certo. 

Jornal A Voz do Paraná: Como você vê o município em um futuro próximo?
Dangelles:
Corbélia será um município ainda mais pujante e desenvolvido. Desde que o Dr. Giovani e eu assumimos a prefeitura, implementamos uma reestruturação e elevamos a credibilidade das nossa cidade. Corbélia começa a atrair o olhar de empresários e investidores. Eu vejo o município, pelo seu local estratégico, como uma cidade que vai crescer segmentada e de forma a se destacar muito na região. Quando falo em crescimento, não estamos falando em tamanho, mas em qualidade de vida, em investimentos que estamos planejando para o município e que nos traz olhares diferenciados e faz com que Corbélia se desenvolva. A administração faz sua parte com investimentos em infraestrutura e melhorias para a comunidade, o que atrai investimentos do setor privado. 

Jornal A Voz do Paraná: A candidatura única, nas últimas eleições, diminui ou aumenta a responsabilidade de vocês?
Dangelles:
Eu vejo que ela aumenta muito a nossa responsabilidade, uma vez que a população mostrou que tem mais confiança na nossa administração. Então, nós temos que trabalhar para não decepcionar essa população como já aconteceu com outras forças políticas. Neste nosso caso, a população entendeu que a nossa administração estava sendo efetiva e nos confiou mais um tempo de gestão. Não devemos decepcionar essa comunidade, nós temos que continuar trabalhando e, graças a Deus, nós, no primeiro ano de mandato, já conseguimos grandes feitos e vamos continuar conquistando muitas coisas nesses próximos anos.

Jornal A Voz do Paraná: Supondo que estivéssemos próximos das eleições e, em sua caminhada eleitoral, você encontrasse alguém indeciso em quem votar. Como você convenceria esse eleitor?
Dangelles:
Em primeiro lugar, por meio de uma boa conversa, compreenderia os motivos que deixam ele indeciso e tentaria sanar todas as suas dúvidas. Em um segundo momento, mostrar a ele a minha vida, a minha trajetória, todo o trabalho já realizado em benefício da nossa comunidade, apresentando o que tenho de projetos para o município, buscando convencê-lo a confiar em mim e em tudo o que posso fazer por Corbélia.

Jornal A Voz do Paraná: Qual seria o seu diferencial?
Dangelles:
Apresentar a seriedade e o comprometimento do meu trabalho, minha história de 16 anos de vida pública, uma vida pública limpa, sem problemas e de alguém que é morador de Corbélia desde o nascimento e que vê na politica possibilidade de transformar a realidade das pessoas, buscando sempre oferecer oportunidades para os moradores da nossa linda Corbélia.

Jornal A Voz do Paraná: Você pensa, diante da possibilidade de ser prefeito, em convidar o Dr. Giovani para ajudar nessa missão?
Dangelles:
O crescimento que eu tive na minha participação como vice-prefeito do Dr. Giovani foi muito grande. Aprendi muito, pelo olhar que ele tem pela política, pelo choque que deu quando assumiu a gestão e eu tive essa oportunidade de estar próximo e aprender com ele. Com certeza, eu sendo prefeito, a proximidade, as discussões e o exemplo permanecerão. O Dr. Giovani é um grande professor, um grande homem. 

Jornal A Voz do Paraná: Existe algum entendimento para você receber o apoio dele em uma possível candidatura?
Dangelles:
Eu acredito que sim, até pelo bom relacionamento que temos. Ele já comentou que precisa manter o grupo unido e o trabalho. Não vejo ele não estando comigo ou com alguém do nosso grupo. Seja de qualquer forma, acredito que estaremos juntos. 

Jornal A Voz do Paraná: Qual é a sua mensagem para a população de Corbélia?
Dangelles:
Eu diria para a população seguir confiando na nossa administração. Estamos trabalhando muito para manter o que nós já conquistamos e para conquistar muito mais. O trabalho está sendo feito de maneira muito séria e de forma determinada. O prefeito Dr. Giovani e eu estamos guiando o município por um caminho de transparência e desenvolvimento. Tenho certeza que esse mandato será de muitas conquistas para o nosso município.