Automóveis

Renault Oroch 2023 chega com motor turbo de 170 cv, design renovado e novo interior

A Renault do Brasil apresenta a picape Oroch 2023. O revolucionário modelo, que criou um novo segmento dentro do universo de picapes, chega ao mercado com mais potência e torque com o motor turbo 1.3 TCe Flex, design externo renovado que reforça sua robustez, interior completamente novo, trazendo muito mais refinamento e sofisticação, e novas tecnologias de conectividade, conforto e segurança. 

Inovadora desde sua concepção, a Oroch foi a primeira picape nacional que combinou o conforto de um SUV com a versatilidade de ter uma caçamba na medida certa, trazendo amplo entre-eixos e espaço interno, bem como suspensão independente nas quatro rodas – MacPherson na dianteira e Multilink atrás – permitindo ao modelo um rodar confortável e seguro em diferentes condições. 

Para a linha 2023, a picape passa a ser comercializada em três novas versões: PRO, Intense e Outsider. As duas primeiras trazem o eficiente motor 1.6 SCe, com a nova transmissão manual de seis velocidades, enquanto a topo de gama Outsider estreia o motor turbo 1.3 TCe Flex, o mesmo adotado no Captur e Duster, com 170 cv e 27,5 kgfm de torque.

“A Oroch 2023 é a picape para chamar trabalho, viagens, aventuras e tudo mais que o cliente precisar. Inovadora desde seu lançamento, a Oroch chega ao mercado com uma gama completa de versões para diferentes perfis de consumidores”, explica Bruno Hohmann, vice-presidente comercial da Renault do Brasil.

Mais potente e com excelente torque

Uma das grandes novidades da Oroch 2023 é a adoção do novo motor turbo TCe 1.3 flex na versão Outsider, com 170 cv à 5.500 rpm e 27,5 kgfm de torque entre 1.600 e 3.750 rpm. Desenvolvido com o know-how da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi em parceria com a Daimler, esse conjunto motriz, também adotado no Captur e no Duster Iconic, traz como características um alto torque em baixas rotações e baixo consumo de combustível. 

Ele traz tecnologias que a Renault desenvolveu nas pistas da Fórmula 1, categoria que a marca já conquistou 12 títulos mundiais, como a injeção direta central com 250 bar de pressão, turbocompressor com válvula wastegate eletrônica e duplo comando de válvulas variável com atuadores elétricos, que garantem uma combustão otimizada com mais performance e menos consumo de combustível.  

O turbo TCe 1.3 flex é um motor global, que equipa modelos da alta gama em diversos países. Produzido na Espanha, esse propulsor rodou mais de 40 mil horas de testes no seu desenvolvimento, mais de 300 mil km de validação em condições extremas e já teve mais de 1,2 milhão de unidades produzidas em 2020. Todo o desenvolvimento da versão flex ficou a cargo da equipe de engenheiros do RTA (Renault Tecnologia Américas), que fica no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR). 

Entre as principais características do motor turbo TCe 1.3 flex estão: 

  • Turbocompressor: trabalha com a pressão máxima de 1.4 bar controlada com precisão pela wastegate comandada eletronicamente, que proporciona o torque máximo a 1.600 rpm. Com essa tecnologia, o motor ganha em agilidade, para responder melhor às variações de pressão na admissão.
  • Cabeçote em formato delta: essa construção permite um tamanho mais compacto reduzindo massa, centro de gravidade mais baixo e auxiliando no controle térmico do motor. O coletor de escape integrado ao cabeçote proporciona uma melhor resposta do turbo, otimizando a curva de torque.
  • Comando de válvulas: o duplo eixo do comando de válvulas no cabeçote tem temporização variável das válvulas de admissão e escape, comandada eletronicamente permitindo variação contínua dos ângulos de abertura e fechamento das válvulas, garantindo assim melhor performance e menor consumo em qualquer rotação. Além disso, o comando tem balancins roletados, que proporcionam redução de atrito e, consequentemente, menos consumo de combustível.
  • Tratamento DLC (Diamond-Light Carbon): utilizando nano tecnologia desenvolvida na F1, os componentes móveis do cabeçote, anéis e pinos dos pistões receberam tratamento superficial (DLC) para reduzir atrito e consumo de combustível.
  • Bronzinas polímero-metálicas: aplicação de tratamento superficial de polímero para redução de atrito no sistema virabrequim-mancais e aumento da durabilidade.
  • Injeção direta de combustível: a adoção de injetores centrais com pressão de 250 bar com design desenvolvido para o etanol (vazão, direção e tamanho de jato), com seis furos por injetor, garantem uma maior atomização do combustível, proporcionando maior torque e potência.
  • Cilindros com BSC (Bore Spray Coating): o bloco de alumínio tem tratamento superficial inovador na parede dos cilindros, chamado de Bore Spray Coating (BCS). Isso permite troca térmica mais eficiente entre a câmara de combustão e a camisa d’água, reduzindo atrito com os anéis e pistões, além de um melhor controle da pré-detonação. Só esta medida já permite reduzir o consumo e as emissões em aproximadamente 1%. Essa tecnologia é utilizada com sucesso na Aliança no esportivo Nissan GT-R.
  • Sonda lamba proporcional: analisa qualitativamente os gases, que permite controle mais preciso da qualidade da combustão assegurando a melhor performance em qualquer situação e de maneira mais rápida.

 

Esse motor é combinado com o moderno câmbio automático CVT XTRONIC® de oito velocidades, que garante retomadas de velocidade vigorosas e força em todas as condições de uso. Com essa transmissão, a Oroch ganha uma evolução no conforto, especialmente para grandes centros urbanos, garantindo também economia de combustível. Um dos seus destaques é um software de gerenciamento que simula a troca de marchas no modo automático, sempre que o pedal do acelerador estiver solicitando a alta performance do motor. 

Também é possível a troca manual na alavanca de câmbio, basta posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle. A opção traz vantagem em performance, especialmente nas ultrapassagens e arrancadas, e nas situações de longos declives como uma descida de serra, além de reduzir consumo de combustível evita o desgaste e a fadiga por exemplo do sistema de freios onde é possível usar o freio-motor.

Com acelerações constantes e eficientes, o desenvolvimento desta transmissão foi baseado em três pilares: linearidade, agilidade e dirigibilidade. O efeito pode ser percebido em retomadas de velocidade ou saídas de semáforo, por exemplo. Para os passageiros, a sensação é de conforto, sem que haja qualquer tranco.

Entre as novidades do câmbio automático CVT XTRONIC® de oito marchas estão:

  • Faixa de atuação do lock-up ampliada, reduzindo a sensação de deslizamento nas arrancadas, com máxima transferência do torque do motor para as rodas.
  • Bomba de óleo de dimensões reduzidas e cárter com menor volume. Com menos peso, o consumo de combustível é menor. 
  • Válvula de controle hidráulico de maior precisão, garantindo rapidez nas retomadas de trocas de marchas.   
  • Corrente de menor largura, ampliando a relação de transmissão para acelerações mais vigorosas e menores rotações do motor em velocidades de cruzeiro.  
  • Novo óleo de baixa viscosidade, gerando menos atrito e um consumo de combustível menor.  

Outra tecnologia aplicada para a redução do consumo de combustível é o sistema Start&Stop, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas prolongadas. Este moderno sistema, muito comum em carros topo de gama, garante uma economia de até 5% de combustível no trânsito urbano. 

Com essa combinação a Oroch Outsider 2023 traz um ótimo desempenho com aceleração de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos e velocidade máxima de 189 km/h. Com uma elástica curva de torque, a picape oferece força máxima em diferentes faixas de rotação, favorecendo ultrapassagens seguras, mesmo com carga.

Com gasolina, o consumo na estrada é de 11 km/l e na cidade de 10,5 km/l. Com etanol, o consumo é de 7,8 km/l no percurso rodoviário e 7,4 km/l no urbano. 

A grande novidade das versões PRO e Intense, é a nova transmissão manual, de seis velocidades, combinada ao motor 1.6 SCe. Com um melhor escalonamento de marchas, a Oroch 1.6 teve ganhos na aceleração de 0 a 100 km/h, que passou de 12,5s para 11,8 s, bem como na velocidade máxima, que agora é de 169 km/h. A relação da primeira marcha ficou 9% mais curta, privilegiando a arrancada, principalmente com o veículo carregado, enquanto a adoção da sexta marcha permitiu uma relação 22% mais longa na última marcha, reduzindo a rotação em 18% à 120 km/h, privilegiando o conforto em condições de estrada.

Oferecendo ótimos 120 cv e 16,2 kgfm de torque, o motor 1.6 SCe traz uma redução de até 1,8% no consumo, se comparado com o modelo anterior. O propulsor traz duplo comando de válvulas variável na admissão, injetores posicionados no cabeçote que garantem alta eficiência e bom desempenho desde as baixas rotações. 

A Oroch 2023 traz ainda o sistema Start&Stop em todas as versões, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas prolongadas. Este moderno sistema, muito comum em carros topo de gama, garante uma economia de até 5% de combustível no trânsito urbano. Além disso, a picape também tem a função ECO, que altera parâmetros do acelerador e do ar-condicionado para obter um menor consumo. Todas as versões também são equipadas com pneus verdes de uso misto, para aprimorar o consumo.

 

Design externo renovado

Para renovar o design único da Oroch a Renault se concentrou em trazer mudanças que reforçassem a robustez do modelo. A dianteira ganhou mais personalidade com a nova grade frontal e para-choque, bem como recebeu elementos redesenhados como o ski frontal e faróis de neblina. Além de ampliar o visual forte da picape, as novas linhas também ampliaram o ângulo de entrada, que passa a ser de 27,6º, aumentando ainda mais a capacidade do modelo em situações fora-de-estrada. 

O modelo recebeu ainda novas barras de teto, que suportam até 80 kg, santantônio redesenhado e rodas de liga leve com visual inédito, sendo na cor cinza na versão Intense e com acabamento biton diamantado na Outsider. Atrás, novas lanternas com acabamento fumê e o novo logo Oroch destacado na tampa completam o visual renovado do modelo. Em todas as versões, o protetor de caçamba é de série, aumentando a versatilidade e a proteção do compartimento de carga.

A versão Outsider traz ainda um exclusivo conjunto estético de alargadores de para-lamas, faróis de neblina auxiliares e frisos laterais, que tornam o modelo ainda mais robusto. Por fim, a Oroch também recebe uma cor inédita, a cinza Lune, exclusiva para o modelo.

 

Interior completamente novo e mais conectividade

Os ocupantes da Oroch 2023 terão novas sensações dentro da picape da Renault. Por dentro, o modelo chega completamente novo, com novo painel, laterais de porta e acabamento de bancos, que reforçam o conforto, bem como novas tecnologias para conectividade e Easy Life, para ampliar o bem-estar a bordo. 

O novo painel da Oroch 2023 concentra as principais mudanças internas. Com novo design, mais refinado e com maior qualidade percebida, traz design mais horizontal, com aeradores retangulares e com acabamento em prata fosco, bem como botões de comandos bem-posicionados ao centro, com fácil acesso. A versão Outsider traz acabamentos internos na cor laranja Corail, no painel e costuras dos bancos, que faz alusão ao universo moderno dos consumidores.

O quadro de instrumentos traz novo design, com velocímetro digital ao centro, enquanto o volante também é novo, com acabamento escovado e botões retroiluminados. 

As versões Intense e Outsider também trazem uma grande novidade que é a nova central multimídia de 8” flutuante EasyLink, com conectividade sem fio para smartphones por meio do Android Auto e Apple CarPlay. 

As versões Intense e Outsider da Oroch também recebem os retrovisores com regulagem elétrica e sensores de manobra em ré de série. A versão Outsider, por sua vez, inaugura outras tecnologias de conforto e comodidade na Oroch, como o ar-condicionado digital automático, câmera de ré, sensor crepuscular, que permite o acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, bem como a iluminação Follow Me Home, que mantém os faróis acesos por períodos configuráveis de 30 s a 120 s, aumentando a segurança ao sair do veículo. 

 

Mais tecnologia para a segurança

A Oroch 2023 recebeu um completo pacote de segurança ativa que garante a segurança dos ocupantes em diferentes condições de rodagem e que está presente em todas as versões do modelo. Agora, a picape é equipada com Controle de Estabilidade (ESP), Controle de Tração (TCS) e tecnologias que permitem retomada segura do controle do veículo em situações de baixa aderência ou de perda de controle direcional, atuando individualmente nos freios de cada roda, bem como na aceleração. 

Além desta tecnologia, a nova Oroch passa a adotar o Assistente de Partida em Rampas (HSA), que retém o veículo na posição em pisos inclinados por dois segundos, até o motorista acelerar, permitindo ao condutor uma partida segura, mesmo em condição de carga máxima. Outra tecnologia inédita no modelo é o Sistema Anti-Capotamento (RMI), que detecta uma condição de inclinação excessiva da carroceria e atua em conjunto com o ESP e o TCS para evitar o tombamento.

A Oroch também é equipada com freios ABS com BAS (Brake Assist System) que mantém a pressão máxima de frenagem em situações de emergência, potencializando o uso do ABS e reduzindo o espaço para parar o veículo. 

 

Espaço e versatilidade

A Oroch 2023 traz o conforto de uma verdadeira picape, com 2.829 mm de entre-eixos, que garante espaço amplo para todos os ocupantes. Cinco passageiros viajam confortavelmente graças ao ótimo espaço para pernas e cabeças. Ao volante, o motorista encontra facilmente uma posição ideal de dirigir graças aos ajustes de altura do banco e da coluna de direção. A posição de dirigir elevada garante ótima visibilidade e facilita a identificação de obstáculos ao redor do veículo, garantindo maior segurança. O volante ergonômico tem ótima empunhadura. 

A caçamba comporta 683 litros e traz 1.175 mm de largura e 1.350 mm de profundidade. Para ajudar no transporte de carga existem oito anéis de fixação (cada um suporta 50 kg), que podem ser rebatidos quando não estão em uso. A tampa da caçamba suporta até 80 kg. A capacidade de carga total do veículo é de até 680 kg.

A suspensão traseira independente do tipo multilink garante maior conforto, menor nível de ruído e ótima estabilidade, independente do piso ou da carga transportada. Na linha 2023, todas versões adotam os pneus LTX Force da Michelin de medidas 215/65 R16, verdes e de uso misto.