Cidades

Ações de Toledo integram o projeto Rede dos Saberes

Ações da Secretaria Municipal de Cultura (SMC) de Toledo que integram o projeto “Rede dos Saberes – Comunicação, Arte, Cultura e Ciência: ações para a população” estiveram em evidência nesta quarta-feira (4) durante o 21º Seminário de Extensão Universitária (SEU), promovido pelo câmpus Francisco Beltrão da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). O evento tem o objetivo de apresentar os resultados dos projetos de extensão realizados ao longo do ano de forma direta ou indireta pela instituição de ensino superior (IES). 

Durante a explanação, feita no formato comunicação oral e por videoconferência, cada ação da SMC vinculada ao Rede dos Saberes foi detalhada com informações referentes, por exemplo, ao índice quantitativo de alcance à população ofertado pelas ações. “São dados desmistificadores, que atestam que a Cultura vai além do formato costumeiro do entretenimento. Por parte da nossa gestão, preconizamos a elaboração e o desenvolvimento de políticas públicas preocupadas com a pluralidade cultural e com a necessidade de conhecimento dos variados prismas socioculturais em uma mesma sociedade”, aponta a secretária da Cultura, Rosselane Giordani.

A secretária relata que o Rede dos Saberes surgiu logo no início de 2021, quando a pasta buscou desenvolver uma série de atividades voltadas à qualificação dos artistas, difusão da produção cultural, e divulgação e debate de trabalhos de pesquisadores da universidade que trabalham a temática cultural em variados nuances: multiculturalismo, imigração, pioneirismo, literatura e história. “Um exemplo bem claro de materialização deste diálogo é o projeto ‘História em Prosa’, veiculado quinzenalmente na página do Museu Histórico Willy Barth no Facebook”, comenta Rosselane.A

Esta e mais sete ações exibidas de modo online foram agrupadas em um projeto de extensão efetivado mediante convênio firmado entre SMC e o Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS) da Unioeste, projeto que tem também a coordenação da professora de Filosofia da instituição, Nelci Welter. São elas:

• Cine na Web – Exibição de produções audiovisuais (documentários, curta-metragens e filmes) com temáticas sociais e bate-papos;

• História em Prosa – Com o objetivo de promover o diálogo e a difusão sobre a história local e regional, o projeto permite o encontro e o diálogo com pesquisadores da área do Oeste do Paraná, contemplando professores convidados da Unioeste. Esta conversa é apresentada quinzenalmente nos canais de comunicação do município e da universidade;

• Cápsulas do Tempo – Podcast que apresenta semanalmente curiosidades, entrevistas e narrativas sobre a história local;

• Conta Cultura – Contação de histórias para o crianças e pré-adolescentes que envolvem alunos do Magistério (Ensino Médio) e de Pedagogia (Ensino Superior);

• Curta Cultura – Exibição de vídeos curtos, com no máximo 10 minutos de duração, veiculados pelas redes sociais da Secretaria da Cultura no intuito de incentivar e valorizar os artistas locais;

• Fragmentos e vestígios – Exposição virtual também constituída de entrevistas e produção de documentários que abordam histórias ocultas ou invisibilizadas;

• Rodas de conversas e seminários temáticos – Palestras e oficinas para promover o debate e o diálogo com o público adolescente atendido por projetos sociais do município e estudantes da rede estadual de ensino.

Nesta parceria, a Unioeste atua na divulgação das ações idealizadas e realizadas pela SMC, mas também organiza eventos e atividades socioculturais junto à pasta. “Ao término de cada atividade, os participantes destas atividades geralmente recebem certificados assinados pela nossa secretaria e pela universidade. Dessa forma, eles, além de conhecimento, também podem agregar horas extracurriculares e reconhecimento acadêmico nas áreas em que atuam”, salienta a secretária da Cultura.

Rosselane destaca que o projeto materializa ações que integram comunidade acadêmica e externa, promovendo a extensão universitária e a produção de conhecimento. “Cultura é a expressão do pensamento, do nosso modo de vida e da arte. Neste sentido, o Rede dos saberes se propõe a atuar na sociedade”, salienta.