Noticias

Usina de Itaiou inicia o maior processo de atualização tecnológica da história

A Itaipu Binacional autorizou na sexta-feira (29), em cerimônia no hall do Edifício de Produção da hidrelétrica, o início dos trabalhos para o mais abrangente plano de atualização tecnológica das unidades geradoras desde que a usina entrou em operação, há 37 anos. O contrato prevê 14 anos de serviços e US$ 649 milhões em investimentos. A atualização será executada pelo Consórcio Modernização de Itaipu (CMI), vencedor da licitação binacional, formado por empresas brasileiras e paraguaias.
A ordem para o início dos trabalhos, com prazo a partir do dia 23 de maio, foi assinada pelos diretores-gerais de Itaipu, Anatalicio Risden Junior (Brasil) e Manuel María Cáceres Cardozo (Paraguai), e pelos coordenadores gerais do Comitê Gestor do Plano de Atualização Tecnológica, Renata de Biasi Ribeiro Tufaile e Federico Zacarias González.
A cerimônia foi acompanhada pelo ministro de Relações Exteriores do Brasil, embaixador Carlos França; pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; pelo ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Célio Faria Júnior; pelo embaixador Fernando Simas Magalhães; pelo presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp; por Cida Borghetti e José Carlos Aleluia – todos eles integrantes do Conselho de Administração da Binacional.
Também estavam presentes os conselheiros do lado paraguaio; o presidente da Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBPar), Ney Zanella dos Santos; o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone; diretores de Itaipu de ambas as margens; e o CEO da divisão de Hydro da GE Renewable Energy para América Latina, Cláudio Trejger. A empresa faz parte do consórcio binacional.