Cidades

Em Toledo pessoas em situação de rua são recolhidas de forma emergencial

As baixas temperaturas registradas em Toledo intensificaram os trabalhos da equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). Nos últimos dias, oito pessoas foram acolhidas de forma emergencial apenas para as noites mais frias. O local oferece dormitório, local para higienização, comida e roupas. O trabalho tem o apoio da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana e também realiza a entrega de cobertores para a população em situação de rua.

De acordo com a secretária da SMAS, Solange Silva dos Santos Fidelis, este trabalho é diferente do realizado normalmente pela Casa de Passagem, porém importante em função do período. “Este acolhimento não é o mesmo promovido no dia a dia pelos servidores municipais da SMAS e ofertado na Casa de Passagem. A previsão é que até a próxima sexta-feira nós tenhamos temperaturas baixas, portanto durante esses dias essas ações vão ocorrer”, explicou. 

Alguns estão na rua devido às trajetórias de vida e a rua passou a ser a alternativa. “Temos moradores de rua de Toledo e temos os que migram de cidade em cidade, não conseguem se encaixar no mundo do trabalho por diversas questões, entre as quais por falta de documentação ou qualificação, ou pela condição de dependência de álcool e outras drogas. Outros são andarilhos e ocupam espaços como a rodoviária, praças e outros locais próprios públicos. Porém, nestes dias mais frios, acabam tendo a necessidade de atendimento”, acrescentou.

Outro ponto destacado por Solange é a parceria com a Secretaria do Meio Ambiente, que cedeu casinhas e ração para as pessoas em situação de rua que possuem animais de estimação. “É comum que eles tenham estes ‘pets’ e encontramos pessoas que não aceitam a ajuda caso não possam levar o ‘amigo’ junto. Por isso esta parceria”, frisou. O trabalho é acompanhado pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS II). 

Outra informação reforçada pela secretária é que as pessoas abordadas por este serviço, seguem em acompanhamento pelos serviços especializados da SMAS.

Casa de Passagem - Apesar deste trabalho de acolhimento ser emergencial, a Prefeitura de Toledo possui uma Casa de Passagem. De acordo com a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, este serviço deve atender os indivíduos em situação de rua e desabrigados por abandono, migração e ausência de residência ou pessoas em trânsito e sem condições de autossustento. “Já temos um local para atender as demandas desta população de forma perene, já que hoje o acolhimento é em um alojamento provisório. O Governo Municipal compreende também a necessidade da garantia das políticas públicas de proteção destas pessoas e contribuir para a reconstrução de projetos de vida”, disse a secretária da SMAS, Solange Silva dos Santos Fidelis.