Educação

Colégio Positivo investe R$ 50 milhões em infraestrutura

O Colégio Positivo, pertencente a um dos grupos educacionais referência no país, presente em sete cidades nos estados do Paraná e Santa Catarina, e que atende alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, investiu R$ 34 milhões nas últimas reformas que transformaram a estrutura de cinco unidades da rede. Ao todo, passaram por obras aproximadamente 25 mil metros quadrados em um prazo de 40 dias.

Outras unidades já haviam recebido investimentos em 2021, totalizando mais de R$ 50 milhões em reformas estruturais que prepararam as escolas para receber os alunos no pós-pandemia. As adequações garantem segurança e proteção dentro das instituições, mas também deixam o espaço pronto para uma nova forma de ensinar. “A pandemia nos mostrou novos caminhos para a Educação. Hoje, valorizamos ainda mais os nossos espaços abertos, o contato com a natureza, e a utilização desses ambientes como espaços pedagógicos. Vemos, também, ainda mais relevância na experimentação, em que as crianças vivenciam novas experiências, propõem soluções para problemas da sociedade e colocam seus sentidos em ação”, revela o diretor-executivo dos colégios do Grupo Positivo, Celso Hartmann.

Espaços adaptados

Salas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental se tornaram espaços mais interativos e flexíveis para o desenvolvimento das crianças, seguindo os novos conceitos didáticos que estimulam a criatividade e o aprendizado. Os pátios recreativos, por exemplo, receberam revestimentos adequados a cada faixa etária e brinquedos lúdicos que ajudam no desenvolvimento da motricidade.

“Na unidade Jardim Ambiental, em Curitiba, criamos o Natural Garden, onde as crianças podem experimentar diferentes sensações. Têm contato com a terra, a grama, a água, e podem explorar seus sentidos. Queremos que o nosso ensino vá além do que o currículo escolar prevê, que possa ser um aprendizado de humanidade e vivência”, ressalta Hartmann.

Em Curitiba, as obras nas três unidades mais antigas foram iniciadas  pelas fachadas. No Colégio Positivo - Júnior, as principais mudanças foram feitas nas salas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, que agora são espaços mais interativos e flexíveis para o desenvolvimento, e que acompanham os novos conceitos didáticos. Além disso, os pátios recreativos receberam revestimentos adequados a cada faixa etária, assim como mobiliário para aulas ao ar livre. No Colégio Positivo - Jardim Ambiental, a Educação Infantil ganhou novas salas de aulas, ainda mais aconchegantes, que lembram a “casa da vovó” e, ao mesmo tempo, têm características e mobiliário que estimulam o desenvolvimento das crianças. O Colégio Positivo - Ângelo Sampaio recebeu, ainda, novos laboratórios, como os de Saúde e de Empreendedorismo, próprios para o desenvolvimento dos novos itinerários formativos do Ensino Médio. Outras unidades que ganharam investimentos foram o Colégio Passo Certo, em Cascavel, e o Colégio Vila Olímpia, em Florianópolis.