Cidades

Parceria entre governo Lunitti e Cohapar beneficia famílias de Toledo

Dezenas de famílias de Toledo podem ser beneficiadas graças à parceria firmada entre governo municipal e a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). Na manhã de quarta-feira (25), dezenas delas estiveram no Auditório Acary Oliveira, anexo ao Paço Municipal Alcides Donin, para obter mais informações sobre o Escrituração Direta, programa que visa à emissão, com custo reduzido, de contratos de compra e venda com força de escritura pública de casas financiadas pelo órgão. 
Dessa forma, os mutuários, compradores ou ocupantes destes imóveis passam a ter mais segurança jurídica, substituindo, assim, os popularmente chamados de “contratos de gaveta”, e possibilitando o posterior registro em cartório, sem o qual não é possível realizar a venda, a troca ou o inventário do imóvel. Podem ser beneficiados os moradores de casas cujas prestações do financiamento com a Cohapar foram todas quitadas e que são titulares dos contratos (ou seus herdeiros) ou compradores que possuem documentos probatórios da aquisição ou pessoas que ocupam o imóvel há mais de cinco anos de maneira comprovada.
A solenidade que marcou o início dos trabalhos contou com a presença do prefeito de Toledo, Beto Lunitti; do gerente regional da Cohapar, Gerson Paranhos; e do secretário municipal de Planejamento, Habitação e Urbanismo, Neuroci Antonio Frizzo. “É fundamental ter pessoas na administração pública dispostas a melhorar a vida da população. Percebo essa preocupação por parte da Cohapar e de todo o Governo do Estado, por isso nosso gabinete está aberto aos projetos do governador Ratinho Junior e de toda sua equipe. No meu primeiro mandato, de 2013 a 2016, iniciamos a solução de situações parecidas nos conjuntos Mesquita e Bom Jesus, e não poderíamos deixar de apoiar esta iniciativa”, salientou o prefeito.
“Temos o objetivo claro de proporcionar ao maior número possível de famílias toledanas e paranaenses a segurança de terem uma escritura, com a qual poderão registrar os imóveis em cartório de maneira mais simples e econômica. É como dizem: só é dono quem registra. Além de contribuir para que as famílias de menor poder aquisitivo realizem o sonho da casa própria, o poder público precisa fazer tudo para que este se concretize na forma de escritura e registro deste imóvel. Por isso, apoiamos este programa da Cohapar e colocamos a estrutura da prefeitura à disposição da equipe técnica da companhia para realizar periodicamente o atendimento aos mutuários que podem ser beneficiados”, observou.
Após as falas das autoridades, os casais Catarina e Altair Neves, e Noemi e Sebastião de Souza subiram ao palco para assinarem a escritura firmada pela companhia de habitação para os imóveis onde residem. “Eles iniciaram o trâmite há cerca de um mês e obtiveram resposta positiva. Imagino que este é o caso da maioria das pessoas que tiveram imóveis financiados pela Cohapar. O Escrituração Direta é um programa desenhado com muito carinho, por meio do qual estou tendo a possibilidade de rever casais para quem fiz a concessão do financiamento lá no início da minha trajetória no órgão, onde estou há 26 anos. Escriturar e registrar um imóvel representa uma conquista muito grande e vamos prestar toda a assessoria até o fim deste processo”, assegurou a assessora da Superintendência de Regularização Fundiária da Cohapar, Maria Julia da Rosa, que explicou em detalhes sobre os procedimentos que os interessados em participar do programa devem seguir.