Agronegócio

Cooperativas alavancam o desenvolvimento do PR

Com a presença do governador do Paraná, Ratinho Junior, do vice Darci Piana e demais autoridades, aconteceu, na noite de terça-feira (12), no Centro de Exposição Positivo, no Parque Barigui, em Curitiba, a abertura oficial do Fórum dos Presidentes das Cooperativas Paranaenses, promovido pelo Sistema Ocepar, em conjunto com a Digital Agro 2022, realizada pela Cooperativa Frísia.
O presidente da Frísia, Renato Greidanus, destaca o desafio que foi organizar esta quinta edição da Digital Agro fora de Carambeí, município sede da cooperativa. “Este evento mostra a força que o sistema cooperativista tem no Paraná, aqui representado pelo Sistema Ocepar, por meio do seu presidente José Roberto Ricken. Para nós, da Frísia, é um orgulho muito grande poder promovê-lo na capital paranaense e todos os comprimentos vão para nossa equipe que se dedicou muito. Um evento que engrandece o cooperativismo e o agro. Com certeza, todos nós vamos sair daqui mais oxigenados, com muitas informações sobre os principais avanços tecnológicos voltados para o campo”, frisou.
Cooperativas
Já o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, enalteceu a iniciativa da Frísia em trazer este evento, que já é um sucesso nacional, para Curitiba. O dirigente também destacou alguns números do setor cooperativista paranaense nos seis primeiros meses de 2022. “Com planejamento, o setor vem crescendo. A movimentação financeira acumulada no primeiro semestre deste ano aponta para R$ 90,6 bilhões, sendo 25% superior ao mesmo período do ano anterior. Caso se mantenha este cenário positivo, projeta-se um faturamento no final deste ano de R$ 183 bilhões pelo setor cooperativista. Só o ramo agropecuário cresceu 23,2% no semestre”, disse Ricken.
Paraná 
O governador Ratinho Junior ressalta o crescimento do Paraná neste ano e enaltece os números apresentados pelo presidente Ricken. “Talvez não exista no mundo um negócio que cresça 25% ao ano, como é o caso das nossas cooperativas, isso é a prova que estamos no caminho certo de industrializarmos nossa produção”. O governador enaltece que o fato de o Paraná ter sido reconhecido como área livre de febre aftosa e de peste suína clássica, “trouxe perspectivas de negócios para o setor agropecuário e o nosso estado passou a ser referência mundial. Por isso, somos o maior produtor de frangos, o segundo em carne suína, maior produtor de tilápia com 37% do mercado, maiores da carne bovina e de grãos. E tudo isso conseguimos com tecnologia, transformação e preservação do meio ambiente. Estamos nos transformando em um grande supermercado para o mundo”, destacou.