Saúde

Dia Nacional da Saúde: data incentiva o valor dos cuidados pessoais para qualidade de vida

Anualmente o Dia da Saúde é celebrado no Brasil em 05 de agosto. A data foi instituída em 1967 com o objetivo de promover a educação sanitária e valorizar a saúde da população, orientando sobre hábitos que previnem doenças, entre elas o câncer. 

O médico cirurgião oncológico, doutor Bruno Kunz Bereza, dá dicas simples para que no dia a dia, as pessoas se conscientizem e façam mais pela sua própria saúde. “Cuidar da saúde é um gesto de amor próprio. Muitas vezes esse cuidado começa com a mudança de mentalidade para mudar de atitude. Não espere ter uma experiência ruim para começar a cuidar da sua saúde: a prevenção sempre é o melhor caminho”.

O básico que funciona
A alimentação saudável é o pontapé. Preferir alimentos naturais, sem açúcares e evitar industrializados, além de Incluir frutas, verduras e legumes que são ricos em fibras e vitaminas são atitudes importantes para manter a saúde em dia. Além disso, a hidratação também é essencial.

A prática de exercícios físicos complementa a receita já bastante conhecida pela população. Se não tem tempo de ir para a academia, é possível buscar em sites e aplicativos exercícios que possam ser feitos em casa. Caminhadas ao ar livre também são válidas. 

Ainda de acordo com o médico, outras escolhas também são importantes nessa jornada.

“É indicado que se evite o consumo de bebidas alcoólicas e cigarros (incluindo vapers e narguilé). A vida social está cheia de convites para que estes hábitos sejam adotados, no entanto, é necessário alertar que o exagero pode trazer consequências sérias à saúde, como vários tipos de câncer, por exemplo: pulmão, laringe, boca e fígado”, enumera. 

Nesse sentido, a realização de exames e consultas periódicas também é importante.

“O que precisamos reforçar é que a saúde depende de múltiplos fatores que, combinados, diminuem as chances de surgir doenças e aumentam a qualidade de vida do indivíduo. Aos poucos, estamos percebendo uma mudança de percepção no que diz respeito à saúde preventiva e isso é muito relevante. Que essa data seja, portanto, mais um lembrete de que para cultivar bons hábitos, sempre é tempo”, finaliza o médico.